A Balenciaga fez um statement ousado em seu desfile de SS18 na semana de moda parisiense ao levar para as passarelas nada mais nada menos do que versões do infâme calçado Crocs. Sim, aquele mesmo, conhecido por ser usado por crianças, idosos e agora aparentemente o mundo da moda.

O calçado que por muito tempo foi sinônimo de piadas e mau gosto, surgiu em uma versão plataforma com broches de flores, estrelas, cachorrinhos, bandeiras e claro, o símbolo da Balenciaga, em uma mistura kitsch e bem humorada.

As roupas da coleção, tomaram um rumo um pouco diferente da mulher sofisticada da estação passada e vieram com uma pegada mais punk, que se via nas estampas de tartans, couro e sapatos com spikes.

Ame ou odeie as Crocs, a Balenciaga resolveu questionar a idéia do que é belo e feio, e de como estamos constantemente mudando essas noções de acordo com tendências ou como certas coisas são apresentadas. Talvez a releitura plataforma da Croc ainda seja um pouco demais, mas é sempre interessante e refrescante ver algo que até pouco tempo era algo tido como um “erro fashion” ser colocado no spotlight e ser resignificado.

Talvez ainda leve tempo, talvez não aconteça ( Cristopher Kane apresentou uma versão de Croc em sua coleção SS17), mas é sempre bom repensarmos nossos preconceitos. Ou apenas que seja para começar uma conversa e vermos que não, não é somente porque algo está na passarela que precisamos gostar.

Não existe certo ou errado, bonito ou feio, gosto é algo muito particular e de vez em quando é bom algo que venha e nos tire da nossa zona de conforto e nos faça questionar tudo. Mesmo que no final seja para decidir que não, aquilo não é pra gente.

E vocês, encaram a “Croc Fashion” da Balenciaga?