Confira a nova coleção da grife Maison Christian Louboutin para Primavera-Verão 2019, intitulado como Loubigraf onde o tema gira em torno de grafites e tem uma pegada mais urbana. Fique por dentro e inspire-se!

 

Para a temporada Primavera-Verão 2019, A Maison Louboutin apresenta Loubigraf, uma coleção que vibra no ritmo da cidade, onde impressões gráficas tomam conta da linha de produtos. Em uma experimentação com tons fortes e formas audaciosas, as peças exibem um entusiasmo comunicativo. Como nos tênis Rantus Orlato. Sua combinação de três estampas e o contorno em preto e branco testa os limites em busca de uma plataforma ainda mais ousada. O salto Marimalus é tudo menos comportado. Apresentado em duas versões de verde e azul, ou amarelo e vermelho, o modelo transforma a efervescência urbana em uma persuasiva declaração de moda. Os spikes graduais cobrindo os saltos de forma ousada, em prata ou ouro, dão um toque final a este charme cativante.

As estampas se espalham por toda e qualquer superfície com uma liberdade alegre – desde flats ballerinas até bolsas, em materiais que variam da seda ao strass. Você vê um tema branco e preto na bota So Kate Booty? Aproxime-se e olhe com atenção. Ali você encontra os rabiscos, anotações e palavras rasuradas que Christian espalhou por todo o sapato de forma espirituosa. Com seu atrevimento usual, Christian tentou incorporar o nome Louboutin de maneira divertida para que possa ser encontrado nas estampas. Aqui e ali ele aparece, seja letras redondas na pequena bolsa Marie Jane ou em grafite de cores chamativas.

 

Foto de capa: Maison Christian Louboutin

Imagens: Divulgação

 

“As imagens e fotos são meramente ilustrativas e referenciais da pesquisa apresentada, foram captadas em ambientes públicos e acessíveis a qualquer pessoa e não consiste em violação a direitos autorais ou a propriedade industrial nos termos do art. 46 da Lei 9.610/98. A TREND2/INSP2 não se responsabiliza pela reprodução, divulgação e comercialização dessas fotos e imagens por terceiros, sem a devida autorização.”