A sua missão na moda é contar sua história e não permitir que outros façam isso por você.

Algumas pistas de que você está sendo permissiva(o) e não se apropria da sua própria identidade:

Quando deixa de colocar a atenção na sua própria coleção para se preocupar com o que a marca vizinha está fazendo.

Quando segue comprando um amontoado de roupas em viagens internacionais e toca direto para a modelagem, copiando e colando o que outra empresa fez.

Quando segue perfis e timmings de lançamentos incompatíveis com a realidade climática do seu país.

Quando leva todos os setores criativos da sua empresa à exaustão para se obter um resultado final que não é o seu maior talento.

Agora, mais do que não ter a sua cultura forçada a entrar no molde do outro, você está demonstrando também, que se importa e que seus clientes não estão apenas sendo usados com fins lucrativos. Lembre-se, no pós crise o “fator emocional” das pessoas será importante para criar empatia com o que você é e oferece.

Acredite, a sua grama é sempre verde, pois o modelo de negócios que ser serve para o outro na maioria das vezes não é para você. O exercício de comparação só é inteligente quando é feito com você mesma. A relevância de uma empresa no mercado começa quando você se empodera daquilo que você tem de bom e faz bem.

A Trend2 pode te auxiliar nesses e em outros assuntos. Tenha acesso completo aos estudos de tendências, repertório de informações, antecipações de consumo e serviços de consultoria sob medida. Conheça mais e Solicite o contato de uma trend hunter.

Imagem: Courreges (Resort|20)